Artigo

Publicado em: 17/2/2014

Menino ou menina?

Saber ou não saber o sexo do bebê? Esta escolha reflete em algum risco para ele?

Por Dr. Mário Burlacchini
Ilustraçãomenino_menina.jpgHoje em dia o sabor desta surpresa é pouco comum entre as futuras mamães

Nos dias de hoje, com ultrassom e até mesmo exames de sangue para analisar o sexo do bebê – o exame de sexagem fetal –, o sabor desta surpresa é pouco comum entre as futuras mamães. Mas, se esta for a vontade do casal, deve ser levada em consideração.

Para entender o ponto de vista médico sobre o assunto, conversamos com Mário Burlacchini, especialista em Medicina Fetal pela King's College Hospital and School of Medicine and Dentistry e médico do Fleury. Confira a entrevista.

Do ponto de vista dos médicos, a informação sobre o sexo do bebê é indispensável?
Sim, esta informação é fundamental, pois há doenças genéticas relacionadas ao cromossomo. A herança deste tipo é denominada herança ligada ao sexo ou herança ligada ao cromossomo X.

Você pode citar uma doença relacionada ao sexo e um modelo de tratamento no caso de diagnóstico precoce?
Uma doença relativamente comum é a hiperplasia suprarrenal congênita. Se o bebê for do sexo feminino ocorre a virilização, uma alteração na genitália, com o crescimento exagerado dos lábios da vagina, por exemplo, que pode ser corrigida de forma relativamente simples, ministrando corticóide para a mãe. Ao saber se é menino ou menina, a investigação de antecedentes na família de    outras doenças associadas ao sexo, como hemofilia A e hidrocefalia, torna-se indispensável.

E se, mesmo assim, a mãe optar por esta pitada de emoção, o que você aconselha?
Aconselho apenas que esta opção fique muito clara antes do início do primeiro ultrassom, para que o profissional que irá cuidar do pré-natal mantenha a discrição sobre o assunto, sem prejuízo algum ao exame e diagnósticos. Pedimos para a mãe fechar os olhos quando estamos examinando a genitália e desligamos a gravação do DVD para não haver registro.

Fonte: Revista Fleury | Fleury Medicina e Saúde

Data de publicação original: 17/2/2014




CreativeBizz

Guia Médico - Orgão Informativo da Área da Saúde de Florianópolis - atendimento@guiamedicoflorianopolis.com.br