Artigo

Publicado em: 8/9/2014

A força da vitamina D!

Pegar ou não pegar sol? Eis a questão!

Por Dra. Cristina da Silva Schreiber de Oliveira
Reproduçãoimg_artigo_vitaminaD.jpg

Temos uma vitamina que é sintetizada ao nos expormos ao Sol. A vitamina D!

 

Ela é muito importante, pois faz com que o cálcio entre nos ossos, fortalecendo-os. Mas é só este o papel da vitamina D no organismo?

 

Hoje, sabe-se que ela executa variadas funções, tão importantes quanto a primeira. A vitamina D atua no músculo, na contração muscular, aumentando a força e o equilíbrio. Diminui o número de quedas entre os idosos e melhora o treino de força dos mais jovens. Assim, não adianta você dar tudo de si na malhação se a vitamina D anda muito baixa… O cansaço será grande!

 

Hoje em dia, pensa-se na vitamina D não mais como apenas uma vitamina, mas sim como um hormônio, que age no cérebro, melhorando a quantidade de serotonina (neurotransmissor relacionado ao bem-estar), no pâncreas, evitando o aparecimento de diabetes e melhorando o controle de quem já tem a doença. Previne doenças cardíacas e está relacionada à melhora da imunidade. Até na perda de peso ela tem se mostrado auxiliar. E por que será que tantas pessoas estão carentes da vitamina D?


Bom, não saímos mais de casa sem nosso filtro solar, a camada de maquiagem… Não trabalhamos mais ao ar livre, vivemos confinados! Acontece que só há duas maneiras de adquirirmos a vitamina D ativa, naturalmente: por meio da alimentação e do Sol.


Pela alimentação temos o peixe, o cogumelo shitake, e algumas outras fontes. Mas estas fontes de vitamina D não são muito frequentes  em nossa alimentação.


Sobre o Sol, precisamos ficar uns 15 minutos expostos em raios UVB, para que a pele sintetize a vitamina D. Sem filtro solar (filtro fator de proteção 8 já bloqueia a síntese da vitamina!) para que ela seja sintetizada… Com cuidado para que seja o Sol até as 10h ou depois das 16h, mesmo no inverno.


As crianças e os idosos, além das gestantes e lactantes, são os que mais sofrem com a falta, pois têm demandas altas e necessitam de níveis muito bons deste hormônio.


Até este momento você já deve estar se perguntando: qual o exame que devo fazer? Peça ao seu médico quando pedir seus exames gerais, verifique a dosagem da vitamina D no sangue.


E tente tomar mais sol,sair com o braço sem protetor solar…


Além disso, se o Sol não aparecer muito no inverno, a suplementação feita por médico e a ingesta  de alimentos assegurarão vitamina D suficiente a você!

 

Tenho certeza de que você se sentirá mais forte, com mais ânimo e mais ativo.

 

Muita força com a vitamina D em dia!

 

 

------------------------------------------------------

Dra. Cristina da Silva Schreiber de Oliveira

Médica Especialista em Endocrinologia e Metabologia

CRM-SC 10134 / RQE 8097




CreativeBizz

Guia Médico - Orgão Informativo da Área da Saúde de Florianópolis - atendimento@guiamedicoflorianopolis.com.br