Artigo

Publicado em: 1/8/2016

Doutor(a), esse chá pode ajudar no tratamento da minha doença?

Por Dra. Simone Van de Sande Lee
Imagem_artigo_tratamento_cha.jpg

Ouvimos essa pergunta com certa frequência no consultório e infelizmente, na maioria das vezes, a resposta é: não sabemos.

 

Os chás e ervas são vistos por muitos como uma alternativa natural e mais segura em relação aos medicamentos convencionais. Sem dúvida várias plantas possuem propriedades medicinais, tanto que uma grande parte dos remédios atualmente disponíveis na alopatia (como a aspirina, por exemplo) foram desenvolvidos a partir de plantas.

 

O potencial terapêutico existe, porém a grande maioria ainda não foi suficientemente estudada. Não basta alguém dizer que seu amigo melhorou com o uso de determinado chá, ou mesmo que um teste em tubo de ensaio demostrou benefício. O caminho da ciência é bem mais complexo. Para que uma substância seja aprovada para uso como um medicamento, são necessários vários testes em laboratório, seguidos de uma série de etapas de estudos em seres humanos, o que requer muitos anos.

 

Estudos bem conduzidos são necessários não apenas para determinar os benefícios, mas também os possíveis efeitos colaterais. É um engano pensar que uma planta, por ser natural, não pode fazer mal. Existem vários relatos de toxicidade grave como hepatite e cirrose decorrentes do uso de algumas delas. A erva-de-são-joão por exemplo, bastante popular no Brasil, pode reduzir a eficácia de medicamentos fundamentais para certos pacientes, como aqueles utilizados para o tratamento da AIDS ou para evitar a rejeição de transplantes.

 

Um medicamento sem bula e sem aprovação dos órgãos competentes pode ser perigoso, tanto por não ter sido testado, como também por conter às vezes substâncias de uso proibido. Não é incomum o encontro destas substâncias quando se analisa laboratorialmente algumas “fórmulas naturais” utilizadas para emagrecer, por exemplo.

 

Não coloque a sua saúde em risco, converse sempre com o seu médico antes de iniciar ou modificar o seu tratamento.

 

------------------------------------------------------

Simone Van de Sande Lee

Médica Especialista em Endocrinologia e Metabologia

CRM-SC 14893 / RQE 7384




Buscar artigos

 

Edição Impressa

Guia Médico de Florianópolis (9ª Edição)

edições
CreativeBizz

Guia Médico - Orgão Informativo da Área da Saúde de Florianópolis - atendimento@guiamedicoflorianopolis.com.br