Artigo

Publicado em: 30/5/2018

Ultrassom Microfocado para rejuvenescimento facial

Por Dra. Josy Sasaki
Imagem_artigo_ultrassom_microfocado.jpg

O colágeno é fundamental para o corpo humano. É ele quem dá sustentação às células, mantendo-as unidas e ajudando na composição da pele, ossos, cartilagens e ligamentos. Desde que nascemos o organismo produz normalmente o colágeno, mas com o passar dos anos a produção diminui. A partir dos 30 anos o corpo sofre uma perda de aproximadamente 1% ao ano de colágeno e com 50 anos o organismo produz somente 35% do colágeno necessário para a sustentação dos órgãos.

Junto com essa perda de colágeno vem a temida flacidez. A pele perde elasticidade e o aspecto de jovialidade. Para estimular a produção de colágeno e rejuvenescer a pele um dos tratamentos mais indicados é o ultrassom microfocado.

O ultrassom emite ondas sonoras com frequência acima dos 20 mil ciclos por segundo, sendo imperceptível ao ouvido humano. Essas ondas aproximam e separam as moléculas e são capazes de atingir até 4,5 mm de profundidade, contribuindo para a correção da flacidez.

Nos três meses seguintes ao tratamento ocorre a maturação e remodelação do colágeno, processo que pode levar até um ano. Dentro desse período forma-se o colágeno tipo I, o mais abundante e o ideal para sustentação da pele.

Outro fator que implica no surgimento da flacidez é a tendência das fibras de colágeno à aglutinação e enrijecimento. O tratamento para flacidez com ultrassom microfocado também promove a reorganização dessas fibras devolvendo a elas suas formas longilíneas, restaurando suas funções de sustentação da pele.

O ultrassom microfocado é um aparelho muito utilizado para rejuvenescer e melhorar a aparência da pele do rosto e pescoço. A técnica não cirúrgica é aprovada pela Anvisa e pode ser utilizado por homens e mulheres.

É um tratamento indicado para quem tem uma flacidez leve ou moderada que apresentam sinais de envelhecimento, como por exemplo sobrancelhas menos arqueadas, excesso de pele nas pálpebras e perda da definição do contorno facial. Pessoas a partir dos 30 anos são ótimos candidatos, especialmente, aqueles que possuem contraindicação para cirurgias corretivas.

O procedimento, que pode ser feito em todos os tipos de pele, é realizado em aproximadamente uma hora e tem uma recuperação muito rápida e geralmente o paciente não precisa se afastar das atividades diárias. A maioria dos pacientes necessitam apenas de uma sessão, mas em alguns casos pode ser necessária uma segunda aplicação. A avaliação depende do quão flácida a pele está e da resposta biológica do paciente ao ultrassom e ao processo de construção do colágeno.

Os resultados podem ser notados logo nas primeiras sessões e, continuamente, por até um ano. Indolor, rápido e eficiente, o ultrassom microfocado é uma das técnicas mais procuradas atualmente nas clínicas de Dermatologia.

 

------------------------------------------------------

Dra. Josy Sasaki

Médica Dermatologista

CRM-SC 14625 / RQE 12663

www.drajosysasaki.com.br




CreativeBizz

Guia Médico - Orgão Informativo da Área da Saúde de Florianópolis - atendimento@guiamedicoflorianopolis.com.br